terça-feira, 30 de março de 2010

segunda-feira, 29 de março de 2010

A Foto para o Passaporte


Hoje fomos fazer o passaporte da Olivia, pois dia 29 de maio iremos visitar a Dinda Vivi na Califórnia.
A pequena como sempre se comportou tri bem, especialmente na hora de posar para a foto, ficou bem compenetrada olhando para a fotógrafa.
Dá para acreditar que ela tem apenas dois meses ?

domingo, 28 de março de 2010

segunda-feira, 22 de março de 2010

terça-feira, 16 de março de 2010

quarta-feira, 10 de março de 2010

segunda-feira, 8 de março de 2010

A Segunda Visita a Pediatra



Olivia está ótima, crescendo forte e saudável, além de ser muito esperta, risonha, expressiva e comunicativa.

Idade: 37 dias
Peso: 4.650Kg
Altura: 55cm

domingo, 7 de março de 2010

sexta-feira, 5 de março de 2010

Antes de Ser Mãe


Antes de ser Mãe, eu comia os alimentos ainda quentes.
Eu não tinha roupas manchadas de leite, eu tinha calmas conversas ao telefone.
Antes de ser Mãe, eu nunca me preocupava com a hora de dormir.
Eu não me esquecia de arrumar os cabelos ou ficava dias sem me olhar no espelho.
Antes de ser Mãe, eu estava sempre pronta para viajar.
Eu era impulsiva querendo fazer mil coisas ao mesmo tempo.
Antes de ser Mãe, ninguém tinha vomitado nem feito xixi em mim.
Nem tinha me beliscado sem nenhum cuidado com dedinhos de unhas tão finas.
Antes de ser Mãe, eu tinha controle sobre minha mente, meus pensamentos, meu corpo, meu coração, meus sentimentos.
Eu dormia a noite toda.
Antes de ser Mãe eu nunca tinha chorado olhando pequeninos olhos que choravam com alguma dor.
Eu nunca fiquei feliz com uma simples risadinha.
Eu nunca fiquei sentada horas e horas olhando um bebê dormindo e querendo saber a todo instante se este bebê está bem, está respirando, está seco e confortável.
Antes de ser Mãe, eu nunca tinha segurado uma criança só por não querer afastar o meu corpo do dela.
Eu nunca tinha sentido meu coração se despedaçar quando não pude tirar com minhas mãos uma dor.
Eu nunca imaginei que uma coisinha tão pequenininha pudesse mudar tanto a minha Vida.
Eu nunca imaginei que pudesse amar alguém tanto assim e saber realmente o grande significado do “amor incondicional”.
Antes de ser Mãe, eu não conhecia a sensação de ter meu coração fora do meu próprio corpo.
Eu não conhecia a felicidade de alimentar um bebê faminto.
Eu não conhecia esse laço que existe entre a Mãe e seu filho.
Eu não imaginava que algo tão pequenino pudesse fazer-me sentir tão importante.
Antes de ser Mãe da doce Olivia eu nem sonhava que poderia ser tão feliz.

segunda-feira, 1 de março de 2010